porquemepeta : “acreditamos em que estamos a tempo de mudar esta tendência, pensamos que cada vez há mais falantes “conscientes” e pais e maes que escolhem o galego como língua materna para os seus filh@s”

Valentim Fagim entrevista os promotores de “por que me peta!“, iniciativa com que um grupo de pessoas de Ourense decidiram celebrar o Dia das Letras de 2018, rendendo uma homenagem e fazendo uma festa em honor e agradecimento a todas as nenas e nenos que falam galego.

Continuar a ler

Umha terra, um povo, umha fala (e duas normas pra grafá-la)

17-M: Dia das Letras Galegas, Dia Nacional da Noruega “Umha terra, um povo, umha fala, duas normas pra grafá-la” A AGAL volta ao Dia das Letras com outra encenaçom fantasiada, nesta ocasiom para evocar as semelhanças sociolinguísticas entre o caso galego e o norueguês, polo menos as semelhanças que esta…

Continuar a ler